• História,  Jornalismo,  Resenha

    Uma repórter no meio do inferno

    Livro “Dez dias num hospício”, resultado da experiência de falsa identidade da jornalista estadunidense Nellie Bly, ganha quatro edições no Brasil em menos de um ano Por Mauro César Silveira À primeira vista, não poderia haver proposta mais indecorosa: ela teria que se fazer passar por uma pessoa com graves problemas mentais, provocar sua própria internação em um hospital psiquiátrico, sem previsão de alta, e tentar obter as informações mais detalhadas possíveis das condições do local. Mas a jovem repórter Nellie Bly, pseudônimo de Elizabeth Jane Cochran, não se intimidou. “Disse que podia e o faria. E fiz”. A resposta imediata, resoluta, ao editor Colonel Cockerill – uma ideia dele…

  • História,  Jornalismo,  Reportagem,  Resenha

    O bom jornalismo do clássico de Euclides da Cunha

    Por Mauro César Silveira Bendita Maratona Euclidiana do ano de 2000, em São José do Rio Pardo, no extremo nordeste do Estado de São Paulo. Não fosse aquele encontro, aberto a estudantes dos ensinos fundamental e médio, cumprindo o rito anual de reunir todos os interessados em se debruçar sobre a clássica obra de Euclides da Cunha, e provavelmente não poderíamos contar hoje com o instigante trabalho da jornalista Bárbara Dal Fabbro. Foi ali, naquela semana de estudos envolvendo intelectuais de várias regiões do país, que aflorou seu sentimento definitivo pela epopéia narrada pelo célebre escritor brasileiro, simultaneamente à percepção do jornalismo como possibilidade de vida, conforme ela revela na…

  • Diálogos,  Entrevista,  História,  Jornalismo

    Rubens Valente: “Bolsonarismo deturpa o passado para inviabilizar os atores do presente”

    Por Mauro César Silveira No conturbado quadro político brasileiro atual, a obra Os fuzis e as flechas: história de sangue e resistência indígena na ditadura adquire, cada vez mais, uma aguda importância. Depois de se impor como leitura essencial do abril indígena, o livro do jornalista Rubens Valente, lançado pela Companhia das Letras em 2017, repercute também na Europa. Em extenso artigo que o premiado repórter investigativo publicou, um mês atrás, na respeitada seção Dossier do jornal catalão La Vanguardia, as  ações criminosas do governo Bolsonaro na Amazônia, ameaçando também o presente e o futuro do planeta, são relacionadas com a trágica atuação da ditadura civil-militar brasileira contra nossos povos…

  • História,  Jornalismo,  Reportagem,  Resenha

    Obra “Os fuzis e as flechas” se impõe como leitura essencial no Abril Indígena

    Por Mauro César Silveira No momento em que a população indígena brasileira é acossada, em plena pandemia, pelo governo de Jair Bolsonaro, um ardoroso defensor da presença do garimpo em áreas que pertencem a várias etnias do país, uma leitura é obrigatória: o portentoso livro Os fuzis e as flechas: história de sangue e resistência indígena na ditadura, do jornalista Rubens Valente, que reaviva a memória nacional e detalha muitas das atrocidades promovidas pelo regime militar. Repórter investigativo reconhecido pela sua alta capacidade de apuração, um talento natural decantado através de sólida e bem sucedida carreira profissional, ele construiu um vigoroso painel histórico das muitas mazelas que se abateram sobre…

  • História,  Reportagem,  Resenha

    Livro-reportagem reconta a vida de Latorre, notório degolador da Revolução Federalista

    Por Mauro César Silveira  Ao discorrer sobre as relações entre história e jornalismo, em maio do ano 2000, em Lisboa, o então diretor de redação do Diário de Notícias, Oscar Mascarenhas, já destacava o desmesurado desafio que se impõe para uma dessas duas áreas quando a fonte é a outra: “Tanto a história como o jornalismo destilam rumores”. Ciente desse embaraçoso obstáculo, o talentoso e obstinado repórter Nilson Mariano realizou um exaustivo trabalho de apuração, durante três anos, vasculhando jornais e documentos, em arquivos e bibliotecas do Brasil e do Uruguai, para recontar a vida do tenente-coronel Adão Latorre, notório degolador da Revolução Federalista – conflito que sacudiu o sul…

  • Entrevista,  História,  Reportagem

    Nilson Mariano: “Sempre me atraíram esses personagens malditos, varridos para debaixo do tapete da historiografia oficial”

    Nesta entrevista, Nilson Mariano fala sobre a produção do livro Um tal de Adão Latorre: A degola na Revolução de 1893 Por André Pereira* O autor do livro, Nilson Mariano, refere-se à sua condição jornalística como uma atividade temporal passada. “Quando eu estava repórter…”, escreve, ao se referir aos ainda recentes tempos de profissional de comunicação gaúcho, premiado e de texto brilhante. No entanto, impõe-se discordar: o trabalho revelado na elaboração da obra Um tal de Adão Latorre: A degola na Revolução de 1893, lançado pela Edigal (Martins Livreiro) no sábado passado, dia 7 de março, na Livraria Erico Verissimo, em Porto Alegre, é uma legítima reportagem, robustecida por pesquisas…