• História,  Jornalismo,  Reportagem

    A sangue frio

    Ministério Público Federal indicia oito militares e um médico por atrocidades cometidas durante a ditadura e desvenda parte dos crimes que o governo Bolsonaro se empenha em apagar da nossa memória histórica Por Vasconcelo Quadros Em dez denúncias encaminhadas ao Judiciário cumprindo parte da sentença da Corte Interamericana de Direitos Humanos (Corte IDH) contra o Estado brasileiro, o Ministério Público Federal resgatou a pauta mais incômoda para as Forças Armadas e o governo do presidente Jair Bolsonaro: a acusação de que, longe da versão de uma guerra na selva difundida pelos militares, o que ocorreu na Amazônia entre outubro de 1973 e final de 1974, na operação conhecida como Marajoara, foram assassinatos…

  • Entrevista,  História

    A arte ao alcance de um clique

    Inovador projeto de extensão da UFSC torna acessíveis, em duas plataformas digitais, exposições do mundo inteiro Por Mauro César Silveira Nem tudo tem sido angústia, sofrimento e dor. Os momentos mais duros do confinamento também produziram preciosidades. Uma delas nasceu junto com a disciplina História da Arte no Brasil e na América Latina, concebida pela professora Daniela Queiroz Campos, do Departamento de História da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Ao pesquisar materiais didáticos para animar as aulas virtuais, ela concebeu a ideia  que culminaria, em maio deste ano, no projeto de extensão A IMAGEM no(s) Tempo(s), vinculado à Secretaria de Cultura e Arte  (SeCArte), órgão da instituição onde trabalha. A…

  • História

    Goleada histórica

    Tradicional clube argentino Huracán restitui os títulos de oito sócios desaparecidos durante a ditadura, em comovente ato a favor da Memória, Verdade e Justiça Por Mauro César Silveira As portas do velho El Palacio se abriram, sem tanto alvoroço, no entardecer da terça-feira passada, dia 5 de outubro. Não era um jogo qualquer no estádio Tomás Adolfo Ducó, inaugurado em 1949, no bairro portenho de Parque Patricios, que abriga as partidas do centenário Club Atlético Huracán. Havia um profundo respeito no ar. Era uma disputa mais dura, uma luta contra o esquecimento, uma atitude de resistência ao apagamento do passado argentino. Reunindo torcedores, dirigentes, atletas e ex-atletas do Globo, como…

  • História,  Jornalismo

    A gênese jornalística do Cone Sul: Parte II

    Da aliança com o poder à censura da Inquisição: a vida e a morte do Telégrafo Mercantil, o primeiro periódico da Bacia do Rio da Prata Por Mauro César Silveira Um desbravador. Um desbravador das letras impressas. No Peru, mas também na Argentina. O espanhol Francisco Antonio Cabello y Mesa partiu de seu país rumo à América do Sul com pouco mais de 20 anos de idade, no final do século XVIII, disposto a dar sequência a suas prematuras experiências com a escrita, seja na imprensa europeia ou na tradução de obras como As aventuras de Telêmaco, do escritor francês François Fénelon. Militar e cortesão agraciado com títulos reais, ele…

  • História,  Jornalismo

    A gênese jornalística do Cone Sul

    Circunstâncias históricas conduziram Buenos Aires ao pioneirismo das publicações impressas na Bacia do Rio da Prata Por Mauro César Silveira Bem antes de ser autorizada a primeira tipografia no Brasil, com a vinda da família real em 1808 e a implantação da Imprensa Régia, as regiões colonizadas pela Espanha conheceram os meios de impressão que permitiriam a ascensão do jornalismo. Já na terceira década do século XVI, a partir de 1532, com quase três séculos de precedência, a atual cidade do México recebeu equipamentos gráficos transportados desde o continente europeu. Não por acaso, os pioneiros periódicos das Américas Central e do Sul surgiriam nos espaços geográficos colonizados pelos espanhóis. Até…

  • História,  Jornalismo,  Resenha

    Uma repórter no meio do inferno

    Livro “Dez dias num hospício”, resultado da experiência de falsa identidade da jornalista estadunidense Nellie Bly, ganha quatro edições no Brasil em menos de um ano Por Mauro César Silveira À primeira vista, não poderia haver proposta mais indecorosa: ela teria que se fazer passar por uma pessoa com graves problemas mentais, provocar sua própria internação em um hospital psiquiátrico, sem previsão de alta, e tentar obter as informações mais detalhadas possíveis das condições do local. Mas a jovem repórter Nellie Bly, pseudônimo de Elizabeth Jane Cochran, não se intimidou. “Disse que podia e o faria. E fiz”. A resposta imediata, resoluta, ao editor Colonel Cockerill – uma ideia dele…

  • Diálogos,  História,  Jornalismo

    O estigma da suspeição no Império

    Notícias de prisões reincidentes na Corte compõem a construção narrativa da criminalidade nos tempos de D. Pedro II Por Maria Fernanda Ribeiro Cunha  Um sem-número de histórias aparecem diante dos olhos de pesquisadores que colocam a imprensa à exame da História. Enquanto pesquisava sobre a invenção das classes perigosas na segunda metade do século XIX, me deparei com a experiência de pessoas policiadas que tiveram suas vidas narradas nos periódicos fluminenses. O policiamento na Corte era parte da pauta de colaboradores e redatores dos jornais da imprensa comercial, que produziam elementos da suspeição importantes na disputa de forças encontrada entre policiais e policiados nas ruas da cidade. Em meio a…

  • História,  Jornalismo,  Reportagem

    Os ecos do livro secreto da ditadura

    Documentos apontam que os ideais do projeto Orvil se propagaram dentro das forças armadas e reverberam hoje no discurso bolsonarista Por Lucas Pedretti No início de 1989, o chefe do Centro de Informações do Exército (CIE), general Sérgio Augusto de Avellar Coutinho, mudou o formato dos Relatórios Periódicos Mensais (RPM) do órgão para a “difusão de conhecimentos destinados ao seu público interno”. Com alterações na diagramação, na linguagem e na distribuição, o militar tentava ampliar a influência dos chamados RPMs na formação da tropa. Era um tempo de transformações no país, e o Exército se estruturava para o novo momento: a redemocratização. Após mais de duas décadas de ditadura militar…